Atualizado semanalmente

Pesquisa

Pesquisa
Anuncie: 2977-6544. O mais eficiente veículo de divulgação. Distribuído e lido em 88 bairros da Zona Norte para um público de 500 mil leitores com circulação às sextas-feiras. Distribuição gratuita em bancas, prédios comerciais e residenciais, condomínios, clubes, imobiliárias, padarias e shoppings. 56 anos de tradição.
 
Calçadas irregulares estão entre os maiores desafios da cidade
 
Fotos: AGZN
Calçada estreita e com mato alto obriga pedestres a utilizar
a pista de veículos na região do Mandaqui


Apesar de ampla, calçada no entorno do Parque do Trote
apresenta ponto viciado de lixo e entulho
A discussão sobre as calçadas, a responsabilidade do munícipe e o uso por estabelecimentos comerciais é antiga e exige esforço, tanto da Prefeitura na fiscalização, quanto dos moradores e comerciantes da cidade. Apesar disso, o que não faltam são reclamações sobre o uso, ocupação ou má conservação das calçadas.

De acordo com a legislação, nenhum estabelecimento comercial pode utilizar o passeio público para estacionamento, sendo apenas permitido a colocação de mesas e cadeiras desde que respeitado o espaço de 1,10 metros para a passagem de pedestres. As regras contam da Lei 12002/96 e Decreto 12002/96. No caso dos estabelecimentos comerciais com vagas de estacionamento, este precisa ser planejado dentro da área do imóvel, não considerando o passeio público.

Apesar das regras claras, a cidade coleciona locais com graves problemas nas calçadas, obrigando muitas vezes o pedestre a passar pela via. Em alguns pontos, o espaço é estreito demais, em outros, há o acúmulo de lixo, entulho e até mato alto. Um exemplo, está na travessa entre a Rua Augusto Tolle e Pelegrino, que dá acesso à Praça Reinaldo Proetti. No local, há um estabelecimento comercial com vagas de estacionamento que de acordo com a Subprefeitura Santana/Tucuruvi, está regularizado. De outro lado, a Praça Reinaldo Proetti, onde há um “parcão”, local muito frequentado por famílias e crianças levando pets para passear.

Mais adiante, há um trecho de calçada bastante estreito fazendo ligação com uma pequena ponte por onde passa um córrego. Além do espaço para o pedestre ser insuficiente, o local está prejudicado com o mato alto das margens do córrego, o que obriga muitos pedestres a passarem pela via. Importante destacar que em horários de pico do trânsito, esse local tem intenso movimento e também é próximo ao acesso para o Centro de Referência do Idoso, que funciona dentro do Complexo Hospitalar do Mandaqui.

Outro exemplo está na calçada do entorno do Parque do Trote na Vila Guilherme. Apesar de ampla e arborizada, essa calçada apresenta muitas ondulações e problemas no piso, assim como frequentemente tem pontos de descarte irregular de lixo e entulho, outro problema grave, principalmente para os pedestres. 
 
Voltar

Veja a capa da edição:

Capa da Edição
Edição da semana

COMUNICADO
Comunicamos aos leitores, anunciantes, fornecedores, jornaleiros, colaboradores e amigos que entraremos em férias coletivas dia 14/12/2018, retornando às nossas atividades em 7/1/2019.
Para anunciar ligue:
2977-6544 / 2950-7919


Cinemark

É proibida a reprodução ou cópia de fotos, matérias, anúncios ou páginas sem a devida autorização.

   2002-2019 ©.