Atualizado semanalmente

Pesquisa

Pesquisa
Anuncie: 2977-6544. O mais eficiente veículo de divulgação. Distribuído e lido em 88 bairros da Zona Norte para um público de 500 mil leitores com circulação às sextas-feiras. Distribuição gratuita em bancas, prédios comerciais e residenciais, condomínios, clubes, imobiliárias, padarias e shoppings. 56 anos de tradição.
 
O que foi notícia na semana
 
Na última quarta-feira (7), o Ministério da Educação bloqueou cerca de R$ 348,4 milhões que seriam aplicados na produção, aquisição, distribuição de livros e de materiais didáticos e pedagógicos da Educação Básica, pelo ministro Abraham Weintraub. O bloqueio é para atender ao novo contingenciamento de R$ 1,44 bilhão, anunciado pelo governo federal em julho. Até então, o governo havia divulgado que o Ministério da Educação deveria bloquear R$ 348,47 milhões (24,1% do total).

Foto: Reprodução/Facebook

Na última quarta-feira (7), foi publicada no sistema da Justiça Federal do Paraná às 8h46, que a juíza Carolina Lebbos autorizou transferência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está detido na carceragem da Polícia Federal (PF), em Curitiba, para um estabelecimento prisional de São Paulo. Nesse mesmo dia (7), o Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu por 10 votos a 1, a transferência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para o presídio de Tremembé, no interior de São Paulo. Ficou decidido que ele ficará preso na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba. O único voto contrário foi do ministro Marco Aurélio Mello.

Na última segunda-feira (5), o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, anunciou o novo diretor interino do Inpe - Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. O coronel da Aeronáutica Darcton Policarpo Damião, tem graduação em Ciências Aeronáuticas na Academia da Força Aérea, mestrado em Sensoriamento Remoto e doutorado em Desenvolvimento Sustentável, ele foi escolhido para substituir interinamente o ex-diretor Ricardo Galvão que foi demitido na última sexta-feira (2).

No último domingo (4), a Prefeitura de São Paulo disse que vai recorrer da decisão da Justiça que suspendeu as obras de revitalização do Vale do Anhangabaú, no Centro de São Paulo, na última sexta-feira (2). A juíza Maria Fernanda de Toledo acatou o pedido da Associação Preserva São Paulo, que alegou que o projeto não foi discutido com a sociedade e que não foram feitos estudos de impacto ambiental e do patrimônio histórico do local. A prefeitura respondeu que foram feitas audiências públicas e que nada foi feito sem obedecer a legislação. 
 
Voltar
 

Veja a capa da edição:

Capa da Edição
Edição da semana

Para anunciar ligue:
2977-6544 / 2950-7919




Cinemark

É proibida a reprodução ou cópia de fotos, matérias, anúncios ou páginas sem a devida autorização.

   2002-2019 ©.