Atualizado semanalmente

Pesquisa

Pesquisa
Anuncie: 2977-6544. O mais eficiente veículo de divulgação. Distribuído e lido em 88 bairros da Zona Norte para um público de 500 mil leitores com circulação às sextas-feiras. Distribuição gratuita em bancas, prédios comerciais e residenciais, condomínios, clubes, imobiliárias, padarias e shoppings. 57 anos de tradição.
 
Informática & Tecnologia
 
Foto: Divulgação
Com teletriagem, a plataforma permite que paulistanos com suspeita de
contaminação por Coronavírus tirem dúvidas
e sejam encaminhados para teleconsultas

Aplicativo e-saúdeSP integra dados clínicos e telemedicina, e agiliza atendimento e diagnóstico de Covid-19 em SP

O aplicativo e-saúdeSP, plataforma de integração de dados clínicos e telemedicina que reúne todo o histórico do paciente SUS na capital paulista e oferece várias outras funcionalidades, agilizou o atendimento e o diagnóstico de pacientes com suspeita de Covid-19. Depois de acessar o aplicativo, implementado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o usuário responde algumas perguntas sobre sintomas e as respostas são analisadas por médicos e enfermeiros. O munícipe recebe de volta um relatório com base nos sintomas declarados, que contém todas as orientações necessárias, tais como o encaminhamento para uma teleconsulta ou a uma Unidade Básica de Saúde.

O paciente poderá receber ainda orientações complementares, ser medicado (a receita médica é encaminhada diretamente pela plataforma) ou, se necessário, encaminhado a uma unidade de emergência, com o trajeto monitorado pela central @covid. Tudo de acordo com a legislação e as regras de segurança vigentes para a telemedicina.

Até o dia 13 de novembro, a central @covid já realizou pelo menos 4.800 atendimentos. Todo o serviço está articulado com as UBSs da cidade, que monitoram por telefone ou, presencialmente os casos confirmados da doença transmitida pelo novo Coronavírus - atualmente são mais de 147 mil monitorados no município (número que ultrapassou 726 mil no acumulado desde o início da pandemia, até o dia 6 de novembro).

Com o e-saúdeSP, o paciente da capital tem na tela do celular todo seu histórico de passagens pelo SUS, como: laudos de exames laboratoriais e de imagem, consultas e receitas realizadas nos Equipamentos de Saúde do município.

Outra funcionalidade importante é o ícone Minha Saúde, em que o usuário do SUS insere, manualmente, dados sobre medicamentos, doenças crônicas, alergias, pressão arterial, entre outros. É mais uma estratégia de estímulo à participação ativa do paciente em seu autocuidado. Até 13 de novembro, foram registrados 266.398 acessos à plataforma para cadastramento ativo por parte do usuário.

A plataforma está disponível para dispositivos Android, iOS e em versão web. Para acessar os dados, basta fazer o cadastro e criar uma senha.

 
 Voltar
 

Veja a capa da edição:

Capa da Edição
Edição da semana

Para anunciar ligue:
2977-6544 / 2950-7919
Whatsapp  94861-1729





FAKE NEWS - FIQUE ATENTO!

 

 

Veja as duas últimas edições
Ed. 2938 Ed. 2939

É proibida a reprodução ou cópia de fotos, matérias, anúncios ou páginas sem a devida autorização.

   2002-2021 ©.